Especialistas do FBDC coordenam mesa sobre literatura no MicBR

Realizada no Instituto Moreira Salles, a segunda atividade que o FBDC levou para o MicBR no dia 9 de novembro foi marcada por insights e reflexões importantes em torno do tema “Literatura, educação e cultura: formação de leitores”.

A mesa de debates teve a participação de Fernanda Garcia (Diretora Executiva da Câmara Brasileira do Livro), Ricardo Meireles (Jornalista e Coordenador de Conteúdo e Estudos em Pesquisa da JLeiva) e do mediador Afonso Borges (criador da Associação Cultural Sempre Um Papo, comentarista da Rádio BandNews BH e colunista no portal do jornal O Globo), todos integrantes do Fórum Brasileiro pelos Direitos Culturais.

Iniciado com dados colhidos pela pesquisa “Cultura nas Capitais”, lançada pela JLeiva e o Data Folha em julho de 2018, e com alguns estudos da Câmara Brasileira do Livro, o bate-papo trouxe um panorama sobre a influência da escolaridade na formação e desenvolvimento de públicos para a cultura e como a tecnologia impacta nesse consumo.

Temas atuais, como o fechamento das grandes livrarias e o futuro do incentivo à leitura dentro das escolas durante o próximo governo não ficaram de fora da conversa com o público, formado basicamente por profissionais do mercado editorial e cultural.

Afonso Borges apontou que o incentivo à leitura é dever constitucional do Estado. Mas em meio a leis federais de incentivo à leitura que até agora não foram regulamentadas – e, ao que tudo indica, ficarão em último plano dessa nova mentalidade de governo que pretende silenciar ideologias e manifestações culturais –, ficou a pergunta: e agora? “Nos resta trabalho dobrado”, disse Afonso, sugerindo que essa é uma conversa que também precisa trazer para a roda não só os profissionais como também os consumidores de cultura. Afinal, as cenas dos próximos capítulos serão escritas em conjunto por todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X